Resposta a alguns.

Quando eu criei este blog eu tinha plena consciência que iria incomodar muita gente. Não que essa fosse a intenção principal. O anseio era expor minhas idéias, minha maneira de ver e analisar o mundo. Quando cheguei a blogosfera izabelense era polarizada entre poucos blogs, causei um desequilibrio nesta ordem e por isso agora sou alvo de criticas e acusações infundadas. Gente achando que estou aqui pra me promover, para aparecer, para chamar a atenção....pensei que fosse pra isso que servisse um blog, caso contrário nao publicaria, guardaria numa gaveta a sete chaves os textos. Pois bem...teve um blogueiro que me chamou, querendo ser perjorativo, de MENINO DA PERIFERIA quero dizer que nunca neguei isso. Sou do Bairro Novo, area vermelha, conheço todo tipo de gente, mas mantenho minha espinha ereta. E por isso vou responder como um menino da periferia, com uma musica do Marcelo D2. Atenção aos grifos:

Qual É?
Ih! Eu tenho algo a dizer
Explicar prá você
Mas não garanto porém

Que engraçado
Eu serei dessa vez
Para os parceiros daqui
Para os parceiros de lá
Se você se porta
Como um homem, um homem...
Será?
Que você mantém a conduta

Será?
Que segue firme e forte na luta
Onde os caminhos da vida
Vão te levar
Se você agüenta ou não
O que será, será

Mas sem esse caô
De que tá ruim, não dá
Isso eu já vi, vivi, venci
Deixa prá lá...
Tá ruim pra você
Também ta ruim pra mim
Tá ruim pra todo mundo
O jogo é assim


(...)
Há 500 anos
Essa banca manda a vera
Abaixou a cabeça já era...
Então diz!

Então vem!
Devagar no miudinho
Então vem!
Chega devagar no sapatinho
Malandro que sou
Não vou vacilar
Sou o que sou
E ninguém vai me mudar
Porque eu tenho um escudo
Contra o vacilão
Papel e caneta
E um mic na minha mão
E é isso que é preciso
Coragem e humildade
Atitude certa
Na hora da verdade...

(...)
O incomodado que se mude
Eu tô aqui prá incomodar
Ôh! De que lado você samba?
Você samba de que lado?
Na hora que o coro come
É melhor tá preparado
E lembrando de Chico
Comecei a pensar
Que eu me organizando
Posso desorganizar...

Essa onda que tu tira
Qual é?
Essa marra que tu tem
Qual é?
(...)

Quantas vezes
Já cheguei no fim da festa
Quantas vezes
O bagaço da laranja
É o que resta
Não me dou por vencido
Vejo a luz no fim do túnel
A corrente tá cerrada
Com os meus punhos
Vai dizer que você
É um perdedor?
Daqueles que quando
Sua família precisa
Cê dá no pé?
Vai dizer que você prefere
O ódio ou amor?
(...)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A diferença entre um Estadista e um politico qualquer..

100 dias, 100 Nada.

PUXA SACO: FIGURA DO SUBMUNDO POLITICO.