quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

De-bater ou Debater?


* texto retirado de anotações próprias de um curso de oratória que fiz ha mil anos atrás.

Pretender esmagar seu opositor no debate é um equívoco desaconselhável. O compromisso básico é mostrar seus argumentos, justos, abalizados, coerentes e sérios, deixando que o público faça o julgamento e opine.
Um debate é uma oposição de ideias, não de pessoas. É uma proposta contra outra proposta. Exposição de alternativas, visando naturalmente chegar ao melhor, nunca a superação de alguém por outrem. Quem costuma confundir esta lógica são os políticos profissionais.

Humilhar seu oponente não é boa prática. Você poderá transformá-lo em vítima, influenciar negativamente a decisão, sacrificar a sua proposta. Doutor Ulisses Guimarães dizia “adversário não é inimigo”.

Provocação não se responde imediatamente. Respire, raciocine, não interrompa o interlocutor, dê tempo a você mesmo. Equilibrado do primeiro impacto, inicie a resposta. Se lhe fizerem mais de uma, peça para fazê-las por etapas e vá respondendo. Seja direto, aberto, franco, preparado, gentil e delicado.

Há pessoas tipo pavio curto que perdem o equilíbrio emocional e todos os debates com muito pouco. Elevam a voz, gritam e ofendem o outro debatedor. Na verdade, se desestabilizam, entram na tática do outro. O público passa a ficar confuso, não percebe a contento o conteúdo do que propunha.

Emoções contagiam e podem desencadear tendências indesejadas. Nestes momentos cautela é decisivo. Não seja arrogante. Arrogância é um severo obstáculo para aceitação. Nariz empinado nem pensar. Cara feia não adianta, afinal, ninguém presta atenção a debatedor irritado.

Ser muito rápido nas respostas pode significar um aumento de chances de errar, errar até o alvo. Sorria e conquiste os outros por simpatia e conteúdo, com cuidado para não passar excesso de confiança.

Opinião: Desmontados os palanques os debates continuam. Agora de forma mais construtiva, mas eficiente e (espera-se) cada vez mais democrática.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

O poder da palavra


O pensar, o falar e o agir andam juntos. São companheiros de longa data e é esse conjunto que define nossa posição em nosso Universo.

Nossa cabeça funciona a todo momento, nos comprometemos em diversas situação e precisamos agir de acordo com a nossa palavra. É através do funcionamento desse movimento que nos unimos às pessoas... essa união é feita de qualquer maneira, seja ela por débito ou crédito. Podemos nos unir às pessoas por crédito, onde as situações fluem de maneira harmoniosa e o Círculo se fortifica beneficiando a todos... ou podemos nos unir por débito, onde denegrimos nossa imagem e por esse motivo ficamos em dívida, enfraquecendo nosso poder de fazer valer nossa palavra.
Quando temos créditos com as pessoas, estamos lidando com situações de alegria, compaixão, amor, amizade e companheirismo. Quando temos débitos com as pessoas, provavelmente nem cumprimos nossa palavra; estamos lidando com uma "falsa esperteza", onde lidamos com a mentira, a falta de valorização ao próximo (o que atinge a nós mesmo) e ainda ficamos ligados de forma insignificante à alguém.

As palavras tem poder... faça a sua escolha!


Autor desconhecido.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Conversa Cidadã


A cidadã entra e vai até ao atendimento:
- bom dia, eu gostaria de tirar meu atestado de bons antecedentes.
- Sra, agora é só pela internet - responde um funcionário.
- Mas aqui não é gratuito? Pergunta a cidadã.
- É. Mas primeiro a Sra. tem que ir na internet, no ciber, se caso nao consiga ai a sra volta aqui.
- Mas moço, no ciber é R$ 2,00 o acesso é R$ 2,00 o antecedentes. Eu nao tenho direito a este documento gratuito por aqui?
O funcionário incomodado, levanta-se e vai chamar a chefe do setor.
A "Chefe do setor" chega e vai logo perguntando:
- Na sua casa não tem internet?
- Não - Responde sem constrangimento a cidadã.
- Olha a sra vai precisar de um comprovante de residência e o documento (antecedentes) so vai estar pronto na segunda-feira.
- Sem problemas, o comprovante de residencia esta aqui e eu aguardo até a segunda. Muito obrigado e tenha um bom dia. Despede-se a cidadã.


COMENTÁRIO:
Esta conversa pode ter acontecido em qualquer Forum do nosso Estado.
Pode ter acontecido com qualquer pessoa, com qualquer cidadã, com a irmã de qualquer blogueiro.
O que não pode acontecer é a presunção de que por um valor irrisório que seja, mesmo que somente para o funcionário do Forum, deve-se abrir mão de um direito constitucional.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Poeminha para academicos...


QUADRILHA
João empregava Teresa que empregava Raimundo
que empregava Maria que empregava Joaquim que empregava Lili
que não empregava ninguém (e foi afastada)

JOUSSEFF
E agora, Jousseff?
A festa acabou,
a luz apagou,
o PIB caiu,
a noite esfriou,
e agora, Jousseff?
e agora, PT?

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

PERSEGUIÇÃO ZERO


Tem sido grande os comentários dos funcionários públicos municipais efetivos, quanto a postura do novo governo.

Diferente do que aconteceu em anos anteriores, em que a nova gestão perseguia e até humilhava funcionários do antigo governo, a equipe do Prefeito Gilberto Pessoa vem adotando uma atitude de respeito e sem perseguição pela diferenças politicas e ideológicas.

Isso sim é democracia, parabéns ao super prefeito e toda sua equipe, pois é assim que até os que mais criticam vão passar a torcer por um governo que semeie mudanças e desenvolvimento para nossa cidade.

Latino America.


Triste América latina. 
Onde salvadores da pátria
viram seus algozes,
Onde os que lutavam pela liberdade,
agora calam as vozes 
de quem insiste em manter vivos
os ideais antes defendidos


quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A oposição esta perdida.


A oposição esta perdida. Nao tinha projetos quando era governo e muito menos agora. Sem apoio popular, o numero de vereadores eleitos que se dispõe a ser oposição é minoria na câmara municipal. Perdida a oposição nao sabe o que fazer com seu tempo livre, com sua falta de cargo, com a mamadeira vazia.

Aproveitam o tempo que tem para criar perfis falsos nas rede sociais, para questionar atos do novo governo, para criticar acoes que ela nunca teve coragem de fazer. Tentam de toda forma lançar a ``Píssica `` no novo governo. 

Covardes eles jogam a pedra e escondem a mão  Nao mostram a cara, nao assumem o próprio discurso hipócrita.

Eu deveria me escandalizar com sujeitos que nunca apareceram para discutir politica, nem mesmo para defender seu governo, quando eram governo....agora pousam de defensores do povo. Mas so me causam riso.

Tendo seu projeto definido, munido de espirito democrático e auxiliado por uma equipe comprometida o novo governo sabe o que tem que fazer e já começou a fazer. 


A oposição que não tem projeto a defender cabe apenas torcer o nariz, como o ex-marido que vê a mulher ser feliz com outro.

sábado, 5 de janeiro de 2013

E os mensaleiros nao param....

A posse de mais um mensaleiro é um tapa na cara da constituição brasileira, um tapa na cara de todo brasileiro, um tapa na cara da historia.


sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

E a transição continua...

Participei da posse dos novos vereadores e dos novos gestores municipais (prefeito e vice). Foi interessante todo o processo. Um cerimonial ritualístico, formal, organizado.

Foi interessante ver os novos vereadores, descidos do palanque, agora empossados como vereadores, tendo que canalizar suas energias politicas dentro do ritual que exige o mandato, tipo: usar o prefixo "nobre" ou "Excelentíssimo" antes do nome do vereador a quem se refere, cumprimentar formalmente todos "Presentes ou representados". Rituais. Rituais.

A eleição para a composição da mesa diretora foi tranquila, chapa única que obteve 11 dos 13 votos. Isso mostra uma minoria que já mostrou a que veio: ser oposição ou voto vencido, ou os dois.

A posse do prefeito foi um capítulo a parte.
De olho nas eleições de 2014, o agora ex-prefeito Marió, compareceu, fez discurso, passou a faixa e ainda disse que "Deixou a prefeitura com a sensação do dever cumprido, e sairei da prefeitura mas ja mais abandonarei Santa Izabel que é minha terra". Não acreditei nem na primeira e nem na segunda parte da frase.

O discurso do prefeito municipal Gilberto Pessoa foi o discurso da conciliação "Acabou o 15 (de fato) e acabou o 55. Agora é 100. 100%  Santa Izabel."  Aplausos geral.

O novo prefeito sabe do seu desafio de realizar as mudanças que o povo precisa, que a cidade merece e que so com muito trabalho podera ser realizado.

É preciso que o povo volte a acreditar que é possivel fazer politica de forma eficiente, com resultados e beneficios para todos.

O povo ja acreditou nisso quando votou, agora espera o trabalho para conferir.

Estamos todos confiantes e prontos para trabalhar para isso.

100 dias, 100 Nada.

O prefeito de Santa Izabel do Pará, Evandro Watanabe (DEM), completou recentemente cem dias à frente da administração municipal.  ...