sábado, 29 de setembro de 2012

Vergonha na cara.


Em nome de sua tão bela profissão, 
Em nome de sua história, 
Em nome de sua atuação como cidadão desta cidade,
Em nome do seu futuro,
Em nome de tudo de bom que você ainda pode construir,
Em nome de sua imagem como homem, 

Peço-lhe que tenhas vergonha na cara, pare de agir como um terrorista virtual. Não prostitua seus conhecimentos, sua cultura, seu saber em nome da desonestidade, da falta de caráter  da boataria com fins difamatórios e eleitoreiros.

Tenha postura de um homem e de um intelectual digno. 

O futuro pode ser duro para quem não pensa em suas ações no presente. Para quem não prepara o caminho que outros vão trilhar seguindo seus exemplos, sejam bons ou maus.

Não és jornalista, não és o defensor da informação, mas deveria fazer isso de forma ética, humana e cidadã.

O jogo está sendo jogado dentro da ética e da legalidade. Suas acusações descabidas, difamatórias, ébrias, estão apenas servindo para enlamear a você mesmo.

Tens o direito de expressar seus pensamentos, suas ideologias, suas visões de mundo, e tens todo o direito de muda-las ao sabor de tuas vontades e interesses, não deves porém expressa-la com argumentos caluniosos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário