domingo, 9 de setembro de 2012

Blogueiro não é jornalista.

Entendo um blog como um diário pessoal. Uma forma interativa de expor minhas idéias, meus anseios e ainda questionar outras idéias que sao colocadas a disposicao na rede.
Isso para mim é um exercício intelectual muito interessante. Duvido das idéias que se acham superiores, imparciais e cheias de credibilidade.
Não somos jornalistas. Deixemos a megalomania de que estamos influenciando toda a cidade.

O raio de ação dos blogs não é tão amplo assim. Dos poucos que são atingidos pouquíssimos são capazes de compreender o que é escrito. Seja pela fraqueza do escritor, do texto, da informação ou da própria capacidade de compreender o que esta sendo lido.
Mas é por isso mesmo que devemos continuar expondo nossas idéias, para provocar pensamentos, destruir ídolos, melhorar nossa escrita e nossa leitura, mas sem exageros, sem auto-promoção.

Mas não me peçam imparcialidade. Eu nao jogo pelo empate.  Eu tenho um lado. Torço para um time.

Tem blogueiro que toma de tudo: Cachaça, Wisky, Caipirinha, Vinho...toma de tudo...mas não toma partido.

Com o argumento do politicamente correto ou de levar a informação ele viva em cima do muro. Não espere isso de mim. Se querem ler sobre a situação...leiam o blog dele.
Creio que devemos defender nossas idéias, não interessa se não vão acreditar se estamos sendo sinceros, o mais importante é sermos sinceros com o que acreditamos. Defender, auxiliar, divulgar, comprometer-se de corpo e alma. E lutar, lutar sempre, sem medo, sem discursos vacilantes, sem morder e assoprar.

Minha defesa de um projeto será plena, concreta e prática, mas nem por isso será irracional.

E em nenhum momento me peçam imparcialidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário