quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Uma mentira dita 100 vezes tornar-se verdade?

 «O que é a verdade»? Perguntava Pilatos gracejando, talvez que não esperasse pela resposta.
Há quem se delicie com a inconstância, e considere servidão o fixar-se numa crença;
há quem se afeiçoe ao livre-arbítrio tanto no pensar como no agir. E se bem que as seitas de filósofos desta espécie hajam desaparecido, sobrevivem alguns representantes da mesma família, apesar de nas veias não lhes correr tanto sangue como nas dos antigos.

Não é somente a dificuldade e a canseira que o homem experimenta ao perseguir a verdade, nem sequer o facto de, uma vez encontrada, se impor aos pensamentos humanos, o que leva a conceder às mentiras os maiores favores; é sim, um natural mas corrompido amor da própria mentira.

Uma das últimas escolas dos Gregos examinou esta questão, mas deteve-se a pensar no que leva o homem a armar as mentiras, quando não o faz por prazer, como os poetas, ou por utilidade, como os mercadores, mas pelo próprio mentir.
Não sei como dizê-lo, mas a verdade é uma luz nua e crua que não mostra as máscaras, as cegadas e os cortejos do mundo com metade da altivez e da graciosidade com que aparecem iluminados pelos candelabros.
A verdade pode, talvez, atingir o preço da pérola que mais brilha durante o dia, mas não alcança o preço do diamante ou do carbúnculo que tanto mais brilham quanto mais variadas forem as luzes. Com a mistura da mentira mais se acresce o prazer. Haverá alguém para duvidar que, tirando ao espírito humano as opiniões vãs, as esperanças lisonjeiras, as falsas valorações, as imaginações pessoais, etc., para a maior parte da gente tudo o mais não seria senão uma espécie de pobres coisas contraídas, cheias de melancolia e de indisposição, enfim, desagradáveis?
Francis Bacon, in 'Ensaios - Da Verdade'

OPINIÃO: O Filosofo afirma que a busca da verdade gera canseira, talvez por isso muitos desistem de busca-la e se apegam a mentiras por conforto, por conveniência, por alimentar seu carater vacilante, por atender seus anseios individualistas.
A mentira está muitas vezes estampada nas falas, nos discursos, nos cartazes, nas postagens, nos debates, nas defesas irracionais de uma idéia ou de uma pessoa/candidato.
Mas estamos aprendendo pois ao contrário do que muitos pensam " uma mentira dita cem vezes não se torna verdade" mesmo que ela seja espalhada pelos blogs, pelo facebook, por carros de som, muros e bandeiras.

O povo aprendeu - pela dor das verdades vividas no dia a dia de uma cidade abandonada a própria sorte, sem gestão, sem atenção -
e as mentiras estão cada dia perdendo espaço para a esperança da renovação, do respeito, da mudança.

Um comentário:

  1. Bom,queria falar que me recomendaram esse blog é bom demais,ja li esse post varias vezes e outros,é sempre bom ver recomendações,ouvir falar que tem um site bom ai de rastreamento um tal de http://rastreamento.org alguem ja ouviu falar?sabe me falar se é bom?parabens pelo blog,posta mais por favor!! fuuui

    ResponderExcluir

100 dias, 100 Nada.

O prefeito de Santa Izabel do Pará, Evandro Watanabe (DEM), completou recentemente cem dias à frente da administração municipal.  ...