domingo, 1 de abril de 2012

É para rir ou para chorar?

Li a resposta do Blobeiro Bruno Marques em relação a uma postagem do Blogueiro Diego Sousa. E, como estudante de História, fiquei pasmo com tanta ignorância em relação aos conceitos de luta de classes e de uma argumentação que por falta de consistência e de conhecimento mesmo, baseia-se em falas recortadas de preconceitos, de idéias de alguém que apenas ouviu de relances, conceitos que nao entendeu, e se entendeu ( o que eu duvido), hoje usa isso como uma forma de auto-promoção. É a fala de um pequeno burguês em busca de um lugar ao sol. Se o modelo socialista, da luta de classes, ainda nao atingiu seus objetivos por ser uma ciencia que recria a si mesmo; Devemos porém acreditar que o capitalismo é a solução dos nossos problemas?
Que empresários gananciosos por poder, dinheiro e status serão capazes de ter sensibilidade social?

Dedico ao blobeiro uma musica do Gabriel, O pensador:

É Pra Rir Ou Pra Chorar?

Gabriel O Pensador

O Brasil proclamou sua independência, mas o filho do rei é que assumiu a gerência.
O povo sem estudo não dá muito palpite, e a nossa república é só pra elite.
(E quem faz greve o patrão ainda demite).
É pra rir ou pra chorar?
O Brasil aboliu a escravidão, mas o negro da senzala foi direto pra favela.
Virou um homem livre e foi pra prisão.
Só que a tal da liberdade não entrou lá na cela.
(E a discriminação ainda é verde e amarela).
É pra rir ou pra chorar?
O Brasil foi parar na mão dos militares, que calaram o povo no tempo da ditadura.
Torturaram e prenderam e mataram milhares, mas ninguém foi condenado pelos crimes de tortura.
(E tem até torturador lançando candidatura).
É pra ri ou pra chorar?
O Brasil conseguiu as eleições diretas, mas a gente que vota ainda é semi-analfabeta.
O Collor foi eleito e roubou até cansar.
O povo deu um jeito de cassar o marajá.
Mas ele não foi preso e falou que vai voltar!
É pra rir ou pra chorar?
O Brasil tem mais terra do que a china tem chinês, mas a terra tá na mão dos grandes latifundiários.
A reforma agrária, ninguém ainda fez.
Ainda bem que os sem-terra não são otários.
(E tudo que eles querem é direito a ter trabalho).
É pra rir ou pra chorar?
O Brasil tem miséria mas tem muito dinheiro, na mão de meia dúzia, no banco suíço.
O rico sobe na vida feito estrangeiro, e o pobre só sobe no elevador de serviço.
(E você aí fingindo que não tem nada com isso?)
É pra rir ou pra chorar?
O Brasil tem um povo gigante por natureza que ainda não percebe o tamanho dessa grandeza.
Sempre solidário no azar ou na sorte, um povo generoso, criativo e risonho.
Poderoso, e tem um coração batendo forte que põe fé no futuro do mesmo jeito que eu ponho.
E vai ter que ser independência ou morte. Um por todos, e todos por um sonho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

100 dias, 100 Nada.

O prefeito de Santa Izabel do Pará, Evandro Watanabe (DEM), completou recentemente cem dias à frente da administração municipal.  ...