Primeiros passos do novo governo municipal.


Quais poderão ser as primeiras iniciativas do novo governo municipal?
 Cabe lembrar que os primeiros dias do mandato de um novo administrador público são momentos extremamente delicados, pois são dias de transição em todas as esferas da administração pública municipal.

A primeira grande mudança já começou desde o momento que o TRE declarou o novo vencedor. Essa mudança passa por despercebida, mas é o alicerce principal de uma nova administração que é a filosofia adotada pelo novo gestor da cidade. Será uma filosofia centralizadora, como da atual administração, descentralizada ou descentralizadora? E além, como o novo prefeito administrará a cidade? Sendo da "rua" ou do "gabinete" ou os dois?

Essa resposta não pode ser respondida verbalmente, mas com certeza será notada! Todos na cidade notarão como o novo prefeito agirá no dia-a-dia e responderão a essas perguntas naturalmente. Com certeza, esse julgamento já começou. Pois, o eleitor desde já começa a acompanhar todos os passos do novo prefeito da cidade! 

Com as mídias sociais e a internet, esse acompanhamento passou a ser feito em tempo real, e o julgamento do eleitor na mesma velocidade.

Sendo assim, sabemos que o mandato do novo prefeito já começou. Nesses últimos dias de 2012, dependendo da filosofia adotada, caberá exclusivamente ao novo prefeito (ou não) a escolha da nova equipe que comandará os destinos da cidade pelos próximos quatro (4) anos. Nesse momento, a cidade conhecerá não apenas a "cara" do prefeito, mas também a "cara" da sua nova administração. Se será uma equipe "política", equipe "técnica" ou um misto.

Outro ponto crucial nesse momento de transição são os cargos estratégicos da cidade, como aqueles que envolvem os serviços necessários para a saúde da população como de hospitais ou postos de atendimento. Nada disso pode fechar para balanço, tudo tem que se manter funcionando, e esse será o momento mais complicado. Caberá a equipe do novo prefeito também entrar em comum acordo com a atual administração para uma transição harmoniosa principalmente nesse setor.

 Ponto importantíssimo será a própria transição em si. Espera-se que o atual prefeito e sua equipe se empenhe em abrir as portas da prefeitura e sua administração aos novos administradores. Seja para dar ciência dos atuais procedimentos adotados como também abrindo seus arquivos e demonstrativos para que a nova administração saiba desde o 1° dia o que está acontecendo na prefeitura. Sendo oposição suspeita-se que a equipe do Dr. Giberto possa ter alguma dificuldade espera-se porem que o prefeito atual  mantenha o espirito democrático e repasse tais informações.

Por último, não posso deixar de falar sobre o orçamento para 2013. Gilberto Pessoa e sua equipe já devem está empenhados em ajustar e negociar com a atual câmara municipal o orçamento para a nova administração. Sabe-se que o orçamento do primeiro ano de mandato do novo governo sera a herança do governo anterior, e se necessário pode-se ajusta-lo, bastara para tanto boa vontade da câmara municipal e do novo gestor.

Comentários

  1. Já passei por 3 transições na prefeitura de Bujaru e cara... não é fácil! Nas 3 ocasiões aconteceram coisas do tipo "o computador deu pau"... "os arquivos foram corrompidos"... houve até uma fogueira de papéis importantes... foram queimados por engano e o mais absurdo: roubaram o vaso sanitário do gabinete do prefeito...

    ResponderExcluir
  2. Espero que em Santa Izabel seja diferente!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A diferença entre um Estadista e um politico qualquer..

100 dias, 100 Nada.

Viver para a política ou viver da política - Max Weber sempre atual.