sábado, 18 de agosto de 2012

Ele é a minha anta...


Ele é a minha anta. Leio seus escritos para combatê-lo, pois mesmos os idiotas ou os defensores das idéias idiotas devem ser combatidos, como combatemos ratos em casa, como combatemos ervas daninhas em nossas plantações...pois são pestes que se alastram.

Ele se faz imbecil para ser combatido.
Escolheu ser um pseudo intelectual para defender a continuidade, para promover a pior forma de fazer politica: a politica do poder financeiro, a politica das carreatas, dos discursos vazios, das bandeiras sendo colocadas sem permissao nas casas das pessoas, a politica da militância paga, da tentativa de fazer um vereador playboy, filhinho de papai um candidato do povo, um político que quer se manter empregado, que nao faz nada na vida a nao ser esperar o salário de vereador.

Ele é minha anta...vou combate-lo para diminuir sua prepotencia, sua arrogancia, sua tentativa de ser um profeta virtual.

Sua falta de personalidade politica, seu lacaismo ao poder constituído.
Nao vou combate-lo para tentar faze-lo mudar de idéia, para conscientiza-lo, pois o considero um caso perdido, um alienado sem correção, ele quer ser assim.
Vou combate-lo...pelo simples gosto de saber que ele não suporta ser provocado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário