Conversa Franca.

Sempre disse que não dá pra fazer politica sem tomar partido. Sem defender uma cor, uma bandeira, uma camisa, um projeto.
Dentre todos os segmentos que a coligação "união izabelense" defende, a que mais chama minha atenção é a voltada para a capacitação profissional e geração de empregos para os jovens de nossa cidade. Principalmente os mais carentes que nao podem nem sequer pagar um curso profissionalizante, nao possui grana para tirar uma habilitação e até os que tem que parar de estudar para poderem trabalhar.
Conheço em meu bairro e - na cidade como um todo - principalmente nas periferias uma quantidade imensa de jovens que concluem o ensino médio e não dispoe de oportunidades para trabalhar.

No meu bairro mesmo o tráfico emprega mais gente ( com salário diferenciado) que as poucas vagas de empregos legalizados que existem no bairro.

Conversando com um jovem aliciado pelos traficantes ele me disse:
- Professor eu conclui o ensino médio, fiz curso de informática e ninguém me deu emprego de um salário minimo. Aqui (movimento) eu ganho em uma semana o que eu ganharia no mês.
 - Até quando? e o risco vale a pena? - perguntei.
Ele respondeu:
 - Para quem vive na miséria professor, o risco de morrer ou de cadeia dói menos que a fome.


Tem gente que acha que os jovens se tornam criminosos para poderem charlar de tênis e roupa de marca; para desfilar nas festas regradas a pó promovidas por um certo vereador. Isso só é parte do problema. Muitos entram apenas para ganhar o minimo para alimentar-se.
É esse tipo de realidade que os políticos tem a possibilidade de mudar. De fazer diferente. De dar uma oportunidade de profissionalização, de renda, de crescimento, de esperança para esses jovens.

Acredito que os Dr.Gilberto e Dr. Cadinho serão os responsáveis por essa mudança. Trazendo escolas profissionalizantes e emprego para esses jovens.

Quem sabe assim o tráfico perde um funcionário e a vida ganhe mais esperança.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A diferença entre um Estadista e um politico qualquer..

100 dias, 100 Nada.

PUXA SACO: FIGURA DO SUBMUNDO POLITICO.