quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Todo mundo odeia o Chris.

O valentao do colegio perde a briga para um novo valentao. O novo valentao abre mao do posto. Surgem entao novos valentoes. Todos resolvem usar como saco de pancadas o Chris. Ele entao reage. Toma partido. Cansado de pancadas que vem de todos os lados ele decide apoiar um unico valentao. Trazer o antigo de volta ao cargo. Usa os recursos que possui e consegue convencer o valentao a lutar e, o mais impressionante, faz com que o garoto que tinha espancando o valentao entregue a luta.
A parte que mais me chamou a atencao foi quando os dois valentoes estao brigando - luta forjada - um amigo pergunta:
 - Voce nao vai ver a luta? E o Chris responde:
- Nao interessa quem ganhar a briga, amanha vai sobrar pra mim mesmo, um deles vai estar me espancando.

Opiniao:
Sendo povo, eu sou o Chris, e nao importa quem ganhe a eleicao, alguem vai esquecer as promessas e espancar o povo. Espancar com o descaso, com a incompetencia, com o desrespeito. Os seus serao sempre os privilegiados.
Podem falar que eu desisti da luta. Podem falar que eu entreguei as armas. Nao se trata disso vou apenas trocar os metodo....mas os principios mantem-se firmes.
Como aquele velho fado Portugues: " Tudo isso que existe, Tudo isso que persiste, e' triste. Muito Triste"


Um comentário: