sábado, 3 de novembro de 2012

Depois da Condenacao






Dizem que na politica não existem amizades duradouras e nem inimizades eternas.

Talvez a amizade eterna entre Marcos Valério e os quadrilheiros começou a ruir quando foi estabelecida sua condenação com pena de mais de 40 anos de prisão.

A certeza da prisão do corrupto, coisa rara, fez com que sua língua ficasse mais solta. Ainda não completamente, por enquanto trata-se de ameaças veladas. 

Claro que os quadrilheiros não estão parados vendo o barco afundar. A estrategia agora consiste taxar o STF de um tribunal de excecao.

E a dita delação premiada...a quem beneficiara? Terá ele coragem para dizer tudo o que sabe? 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

100 dias, 100 Nada.

O prefeito de Santa Izabel do Pará, Evandro Watanabe (DEM), completou recentemente cem dias à frente da administração municipal.  ...