Os moralistas calaram-se.

Dizem que os que menos possuem honra são os que mais insistem em defende-la. Dizem que os que gritam muito é porque nao tem nada a dizer. Dizem ainda que todos os que se calam perante a injustiça é porque pactuam com o opressor.
Diante destes dizeres, neste momento de analisar os reflexos da politica nacional nos ditos idealistas da moralidade, ética e honestidade politica de nosso recanto municipal, concluo que os mesmos:
Calaram-se.
Como os que não tem nada a dizer.
Como os envergonhados por estarem envoltos na lama da qual sempre se posicionaram como incapazes de sujarem-se.
Os defensores da estrela - vermelha de vergonha - nao sabem o que dizer perante os escandalos semanais do governo que defendem, que sustentam, do qual se beneficiam.
Já tentaram culpar a imprensa, a qual taxaram de "Golpista" "Defensora dos interesses burgueses". Só que contra os fatos não se tem com o que argumentar.
Ministros afastados por corrupção. Ministros afastados por incompetência. Funcionários fantasmas. Assessores que exigem propinas para conceder registro a um sindicato legal.
Já não dá para contar em uma única mão o numero de ministros que cairam.
E aos moralistas, capachos desta corja vermelha, coube apenas o silêncio. O silêncio da confissão de culpa, o silêncio do consentimento, o silêncio dos que foram desmascarados.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A diferença entre um Estadista e um politico qualquer..

100 dias, 100 Nada.

PUXA SACO: FIGURA DO SUBMUNDO POLITICO.