Dilma e os militares: Antes e depois !!!


Sempre achei esta presidente duas caras e ela está se superando a cada dia. Para quem se fez na luta politica, contra a repressão ela agora se manifesta contra a greve dos policiais militares Bahianos.
"Nós não consideramos que seja correto instaurar o pânico, instaurar o medo, criar situações que não são aquelas compatíveis com a democracia. Numa democracia, sempre tem de se considerar legítimas as reivindicações. Mas há formas de reivindicar. Eu não considero que aumento de homicídio, queimar ônibus, entrar encapuzado em ônibus, seja uma forma de reivindicar", disse a presidente em Parnamirim (PE), onde foi visitar obras da Transnordestina.
OPINIÃO:  Se considerarmos o histórico politico da Sr. Dilma Russef poderemos ver em sua ficha criminal assaltos, sequestros, planejamento de assassinatos.
E o que mais me preocupa nesta fala da Presidente é que além de esquecer do seu passado ela parece esquecer da importância dos militares na preservação da ordem, talvez porque ela deve ter alguma mágoa - sei lá - e da própria postura da preseidente que também esquece que cabe a ela resolver a questão salarial dos militares de todo o país.
A aprovação da PEC 300 deve ser prioridade do Congresso Nacional. Se é ela, a Presidente, que comanda o congresso, ela tem como priorizar isso.

Comentários

  1. Caro professor de história,
    O senhor deve ter feito TCC, uma monografia de MBA, sabe que todo texto carece de fontes, embora seja livre ter opinião, essa ficha da Dilma é falsa:

    Veja a fonte: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/folha-publicou-ficha-falsa-de-dilma

    Não significa que o senhor deva ter carinho por ela ou pelo governo dela, mas qual credibilidade o senhor passa, colocando informações falsas? sei que isso é mais por descuido do que ma fé, mas essa ficha já foi abortada na eleição passada, não colou...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Max,
      A Ficha é uma ilustração. Porém a verdade é incontestável, a nossa atual presidenta tem um histórico de violação de direitos constitucionais. Uso de armas para sequestros, assaltos e guerrilha. Não condeno isso, considerando o contexto histórico que foi feito. O que condeno é o esquecimento do que é um movimento de causa justa.

      Excluir
    2. Porém, para evitar maiores desentendimentos vou retirar a ilustração da ficha. Porém deixarei as informações.

      Excluir
  2. Não diria que ela violou direitos constitucionais, pois creio que o AI-5 violou estes direitos, talvez ela e muitos outros estudantes não tenham gostado muito da ideia, mas como dizia Nelson Rodrigues: Jovens, envelheçam! alguns não tiveram a sorte de envelhecer, outros não tiveram a sorte de serem enterrados, Ruben Braga, que não era jovem, mas que respeitava o Estado de exceção, foi executado e nunca mais encontrado. A própria presidenta disse: Feliz a nação que não tem heróis... ela envelheceu, e viu que o mundo mudou, a nossa frágil democracia precisa de lutas de classe baseadas no dialogo...Concordo com você, no pensamento a respeito da dignidade de profissionais, sobretudo da área da saúde, educação e segurança, o tratamento é hediondo, mas isso pra mim é uma política de Estado em detrimento destas classes. Sou a favor que militares em todo o Brasil se unam em prol de melhorias salarias e de condições sociais, mas sou contra que eles usem do poder de arma, para ameaçar às instituições, já tivemos isso e o saldo foi terrível.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A diferença entre um Estadista e um politico qualquer..

100 dias, 100 Nada.

Viver para a política ou viver da política - Max Weber sempre atual.