sábado, 15 de dezembro de 2012

Passagem de ônibus.

Voltando da supermercado com seu pai, no estacionamento do prédio um garoto vê um de seus melhores amigos sendo surrado por um garoto mais velho e maior. Ele observa a luta desigual. Seu amigo esta sendo espancado. Ele olha para o seu pai na esperança que ele interrompa o massacre, mas este esta inerte.
Ele pensa nas hipóteses:
1. Fugir e deixar o amigo apanhar.
2. Entrar na briga e apanhar junto com o amigo.
3. Ou na mais remota da hipótese: Derrotar o valentão. O final da historia é desconhecido, porem aprendi que ``Em uma luta entre desiguais abster-se significa fortalecer o mais forte, concordar com seus desmandos``.

E abster-se dos combates entre desiguais parece ser uma pratica recorrente dos representantes do povo izabelense. 
O povo esta na rua reivindicando seus direitos de ir e vir com uma passagem que caiba no orçamento  mas não vemos nenhum vereador participando, reunindo com o povo, intermediando junto aos empresários, aos órgãos controladores.

É uma omissão comprometedora. Uma falta grave contra o povo que o elegeu.

O prefeito parece que se esqueceu que seu mandato vai ate o dia 31 de Dezembro, que seu contra-cheque consta na prefeitura, que ainda é um FUNCIONARIO  do povo e que sua funcao é cumprir seu aviso prévio se náo com competencia, mas pelo menos com dignidade para defender o povo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário