O PT e a Educação.


O segundo mandato da presidente Dilma Rousseff, cujo lema é “Pátria Educadora”, começa com um corte de quase R$ 600 milhões nos seus gastos discricionários (não obrigatórios) com Educação. A pasta teve o maior contingenciamento das chamadas despesas de custeio nos 39 ministérios do governo petista, conforme o decreto publicado Diário Oficial da União e assinado pela chefe do Executivo e pelo seu novo titular do Planejamento, Nelson Barbosa.

Educação é a pasta mais afetada pelo corte de verba determinado por Dilma. Por decreto presidencial, governo determina redução de $ 1,9 bilhão por mês nas despesas. Só na pasta que Dilma elegeu como prioritária, contenção mensal será de R$ 500 milhões

Resultado de imagem para mais educação

Neste corte desordenado o programa Mais Educação que oferecia aos jovens uma nova opção de aprendizado com atividades musicais, esportivas e de cidadania fora do horário normal de aula foi retirado das prioridades.
Na prática isso significa que milhões de jovens ficaram com o tempo livre e a cabeça ociosa.
O governo demonstra uma completa falta de interesse pelo futuro do nosso país quando retira esta oportunidade dos jovens de progresso pessoal e profissional.

Este é o governo do PT.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A diferença entre um Estadista e um politico qualquer..

100 dias, 100 Nada.

PUXA SACO: FIGURA DO SUBMUNDO POLITICO.