quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Secretário de Meio Ambiente vai a Câmara Municipal.


CONVOCADO PELA CÂMARA..

O Secretário Municipal de Meio Ambiente Juscelino Dantas mostrou-se digno dos elogios que são dirigidos a sua gestão.
Respondeu com bastante ênfase as acusações e revelou que não passavam de boatos infundados as denuncias que chegaram ao vereador Ricardo Amaral (ex-meio ambiente).

ENFÁTICO
Em suas colocações o secretario mostrou compromisso com a SEMMA, com a gestão, com o povo izabelense e com sua equipe de trabalho.

CONFLITO

O vereador, ex-secretario de meio ambiente, engenheiro agrônomo, consultor ambiental de varias empresas do município não vê nenhum conflito em atuar em todas estas funções.

OU SEJA.
Representar empresas junto a SEMMA – Sec. Mun. Meio Ambiental solicitando inclusive adaptação de taxas junto à secretaria em favor das empresas contrariando muitas vezes interesses do município não é um comportamento censurável na opinião do vereador.

DIGNO DE NOTA.
A Postura decidida do ver. Celito que se mostrou combativo em favor do trabalho realizado pela secretaria de meio ambiente e pela gestão municipal.
Pediu inclusive que fosse apresentado o fiscal ou alguma multa da denuncia

DIGNO DE NOTA II

Ao solicitar permissão para retirar-se, uma vez que o secretario de meio ambiente foi ouvido após a sessão ordinária ter terminado, o vereador foi alvo do vereador Valdeci que o acusou:
- Vereador, vossa excelência esta indo para o aniversario do Marió.
- Neste aniversário eu faço questão de não ir.
Concluiu o vereador Celito para o delírio dos presentes.

PROIBIDO PROIBIR

Vereador conhecido por seu humor jocoso, por falas venenosas e irônicas pediu para que não fosse usado de ironia nas falas do secretário e dos demais vereadores.

Deve ter entrado na onda dos ex-rebeldes que lutaram contra a ditadura e agora proíbem biografias não-autorizadas. Faz o que eu digo, não faz o que eu faço.

Frase do Dia:
"NÃO SOU DO LADO DO PREFEITO" Valdeci do Travessão.
Finalmente o vereador Valdeci do Travessão decidiu-se a ser oposição de fato e de direito.

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Juscelino Dantas - Destaque na SEMMA.



Agradeço e parabenizo o competente Juscelino Dantas Cunha pelo seu trabalho diferenciado na Secretária de Meio Ambiente de nosso município. 

O trabalho baseado na humanização das atividades, seja no tratamento dos colaboradores (servidores da SEMMA), seja no atendimento as demandas oferecidas por nossa comunidade. 

A fiscalização ambiental, ação que é uma temática mundial, recebe em nossa cidade uma ação forte, justa e sem demagogia, com foco em proteger nossas maiores riquezas naturais.

Acredito em você Juscelino Dantas Cunha e em sua equipe que trabalha motivada por seu exemplo o que é visível toda vez que precisamos da SEMMA.

Um cidadão izabelense, um pai de família, culto de conhecimento e defensor de valores familiares.

Membro destacado do Partido Verde, defensor da integração homem-natureza. Alguém que melhora o ambiente.

Que tem a natureza e o meio ambiente no sangue.

Como todo profissional e homem público você esta passível de receber criticas, mas sabes que isso é para engrandece-lo, uma vez que ninguém atira pedras em arvores que não dá fruto. Seu trabalho é diferente de tudo o que já foi feito antes e isso pode incomodar alguns, mas você é sua equipe são muito mais que tudo isso.

Sucesso Sempre.
Sua cidade precisa de você.

sábado, 26 de outubro de 2013

Demais até para o Brasil.





O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira determinará a intimação de Ítalo Colares de Araújo, condenado a 14 anos de prisão por lavagem de dinheiro, no local de trabalho do réu: o Supremo Tribunal Federal (STF).
Depois de bater em diferentes portas e não encontrar Ítalo para intimá-lo da sentença, proferida há mais de quatro anos, um oficial de Justiça irá ao prédio da instância máxima do Judiciário brasileiro – mais especificamente ao anexo 2, onde fica a Seção de Recebimento e Distribuição de Recursos – para fazer a intimação.
— Se eu soubesse o local de trabalho do réu, já teria intimado. Vou cumprir a diligência do TRF e mandar intimá-lo no STF — disse o juiz, que está com o caso desde janeiro.
A decisão do magistrado, titular da 10ª Vara Federal em Brasília, foi tomada depois de O GLOBO revelar, na edição do último domingo, que o réu atua no STF e vem adotando a estratégia de fornecer endereços errados para escapar do processo por lavagem de dinheiro.
A condenação por peculato já prescreveu e o mesmo pode ter ocorrido com uma ação de improbidade administrativa.
O juiz Vallisney disse que anexará uma cópia da reportagem aos autos para mostrar que, agora, sabe-se o paradeiro do réu, analista judiciário na Seção de Recursos do STF.
A reportagem mostrou que Ítalo foi condenado a sete anos de prisão por peculato e a 14 anos de detenção por lavagem de dinheiro em razão de um desfalque de R$ 3 milhões da Caixa Econômica Federal (CEF).
Ele era gerente da agência da Caixa Econômica Federal no Lago Sul, em Brasília, e desviou recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para contas bancárias da mãe, do irmão, da mulher, da filha e dos sogros em 1998 e 1999.
A sentença por peculato prescreveu em 2008, por falta de decisão no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Em 2009, o processo em tramitação na 10ª Vara Federal resultou na condenação pelo crime de lavagem de dinheiro.
O irmão de Ítalo, o delegado da Polícia Federal (PF) Dênis Colares de Araújo, e a mãe, Leopoldina Maria, também foram condenados à prisão, com penas respectivas de sete e quatro anos de prisão.
Os réus apelaram da sentença no TRF-1. O argumento de Ítalo é que não foi intimado da decisão, o que não ocorreu, na verdade, em razão dos endereços errados fornecidos à Justiça.
O processo voltou à 10ª Vara no fim de 2012. Agora, depois da reportagem do GLOBO, o oficial de Justiça irá ao STF.
Segundo Vallisney Oliveira, a condenação por lavagem de dinheiro não corre risco de prescrição. Pelos cálculos do titular da 10ª Vara, Ítalo só se livraria do processo em 2021. Já as chances de prescrição para o irmão e a mãe são maiores. Se o processo não for analisado a tempo, isso ocorreria em 2017.
— A Justiça criminal tem problemas sérios: o tempo do processo, o excesso de recursos e a prescrição – afirmou Vallisney.

Eis o Político mais ficha suja do Brasil.


Nota de Otávio Cabral (PP), publicada em edição impressa de VEJA
A FICHA MAIS SUJA
Levantamento do Supremo Tribunal Federal aponta o ex-governador de Roraima e ex-deputado federal Neudo Campos (PP) como o político com a ficha mais suja do Brasil.
Campos é réu em seis ações penais e catorze inquéritos criminais apenas no STF, todos por peculato (apropriação indevida de dinheiro público).
Responde ainda a sete ações penais no Tribunal Regional Federal por crimes de quadrilha, peculato e improbidade.
Suas condenações em primeira instância já somam 51 anos de prisão.
Sem mandato desde 2010, Campos quer concorrer a uma vaga na Câmara, mas deve ter a candidatura impugnada.

Santa Izabel recebe Centro Comunitário construído por alunos do SENAI


SANTAIZABEL
O município de Santa Izabel, nordeste paraense, recebeu na tarde de sexta-feira, 18, as chaves do Centro Comunitário Jardim Miraí. O Prédio foi todo projetado e construído por alunos da Unidade Móvel de Construção Civil do SENAI e agora servirá como espaço para cursos e atividades educativas e culturais que beneficiarão a comunidade.
O evento foi presidido pelo diretor regional do SENAI-PA, Gerson Peres, e contou com a presença do prefeito municipal, Gilberto Pessoa vereadores, secretários municipais e pela presidente da comunidade e diretora do Centro, Maria Irecê Faro.”O Senai é uma das maiores unidades de aprendizagem do Brasil. Espero que estes jovens saiam daqui com essa consciência e exerçam o que aprenderam na teoria e na prática. É essencial também que possam repassar esse conhecimento a outras pessoas. Essa é a grande satisfação do Senai. Multiplicar conhecimento de qualidade”, ressaltou o diretor.
Irecê comemorou e se emocionou muito com a entrega do prédio. Ela conta que a comunidade já tem 17 anos, mas ainda não tinha nenhum espaço para desenvolver suas atividades educativas e projetos sociais. Segundo ela, são muitos os planos para o espaço, principalmente quando pensa nas crianças e nos jovens do bairro, que precisam de atenção especial.
“O espaço ficou ótimo e nos permitirá desenvolver uma infinidade de atividades que a comunidade precisa. Nossos jovens estão ociosos, nossas crianças precisam de atividades artísticas, educativas. Eu realmente estou muito feliz e grata por todos que colaboraram”, ressaltou a diretora.DSC 0845
No total, o desenvolvimento da obra contou com o esforço de mais de 100 alunos dos cursos de Pedreiro, Pedreiro de Acabamento, Instalador Hidráulico, Carpinteiro de Obras, Pintor de Obras e Eletricista Predial. Todos oferecidos gratuitamente pela Unidade. “Trabalhando de forma integrada, o SENAI oferece uma qualificação predominantemente prática, contribuindo na formação cidadã dos egressos da instituição”, ressaltou Gerson Peres, diretor regional do SENAI-PA.
Durval Chagas foi um dos alunos que contribuiu com a construção do Centro Comunitário de Santa Izabel. Agora com a formação no curso de Pintor de Obras, ele já está colocando em prática o que aprendeu. “Eu já trabalhava na área, mas confesso que o aprendizado do curso somou muito aos meus anos de experiência. Às vezes a gente acha que sabe tudo, mas sempre tem técnicas novas e outras teorias para aprender, exercitar e aperfeiçoar. O curso foi excelente. Hoje, me sinto mais seguro. Um profissional completo”, comenta Durval.
A curiosidade de Sílvia Alcântara e o desejo de aprender algo novo fizeram com que ela optasse pelo curso de Pedreiro de Alvenaria. Ela conta que depois que concluiu o curso, já fez vários trabalhos na área. “Fui contratada para um acabamento de casa, construção de uma casa popular, um portão e agora estou trabalhando com meu esposo, que é mestre de obras, num galpão. Ele me ensina muito também. Juntos, estamos tirando em média 1.500 reais por semana. Nosso plano agora é fazer uma reserva para construímos nossa casa própria”, planeja a recém formada.
DSC 0908O Centro Comunitário, em Santa Izabel, é o segundo projeto social desenvolvido por alunos do SENAI, por meio da Unidade Móvel de Construção Civil. Em 2012, na comunidade do Apeú, em Castanhal, alunos que frequentaram os cursos e Pedreiro de alvenaria, Pedreiro de acabamento, Instalador hidráulico, Eletricista predial e Pintor de obra construíram, ao longo das aulas práticas das qualificações, uma casa de 50 m² com sala, cozinha, banheiro, dois quartos e varanda. A residência, que foi entregue a uma família carente da comunidade, fez parte do Programa SENAI de Responsabilidade Social e contou com o apoio da Prefeitura de Castanhal na doação de parte do material da obra.
A próxima ação da Unidade Móvel de Construção Civil acontecerá em Bujarú, nordeste paraense, onde três turmas dos cursos de Pedreiro e Instalador Hidráulico trabalharão na reforma da Pastoral da Criança do município. Todas as ações realizadas pelos alunos do SENAI são rigorosamente acompanhadas pelos instrutores. “Todo o processo de construção conta com profissionais do SENAI, que tem experiência na área da construção. Eles inspecionam os procedimentos, avaliando os alunos e, claro, prezando pela qualidade da obra, para que a mesma atinja aos padrões exigidos pelo mercado”, explica Gerson Peres.

OPINIÃO: Deve se destacar todo o apoio dado pela gestão municipal, pela luta incansável da Irecê, e até mesmo o trabalho de diversos vereadores.
Será o fim dos redutos?

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Ponte Tibiriça será reconstruída.


Gerou vibração a noticia de que a Prefeitura municipal vai reconstruir a Ponte Tibiriça, marco histórico da Belle Epoque paraense que foi destruído na gestão anterior.

Trata-se de um ato que demonstra toda uma conjuntura de cuidado e respeito com nossa história, nossa memória e nossa gente.

A ponte sempre foi um elemento cultural de nosso povo e por falta de entendimento deste processo cultural foi derrubada sem explicação e o pior, sem que ninguém tenha sido responsabilizado até agora, apesar dos diversos protestos e de ação direcionadas na justiça.


Relembre através de imagens todo o desenrolar do processo de perda de nossa identidade cultural, que em breve será resgatada, e então teremos outras postagens.


Como foi inaugurada pelo Governador Antonio Lemos, durante a Belle Epoque Paraense, como símbolo de uma era de ouro de nossa economia e política..





Como ficou após a Gestão do Ex-prefeito Marió Kató que não deu atenção para a História Cultural e dos monumentos históricos de nossa cidade.




Houve mobilização nas redes sociais e a manifestação ganhou a rua mostrando toda a insatisfação da população que protestou no local com cartazes e carro som.


Os meios de comunicação impressa repercutiram o descaso com a cultura histórica do nosso município na gestão anterior.




Em breve esta história sera reescrita, recuperada, restaurada por uma gestão que respeita nossa população, nossa história, nossa gente. 






segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Noites Escuras.


De repente a escuridão se faz total. 
A casa, a rua, o bairro vira um breu. 
A correria começa pela casa em busca de velas,
a mulher reclama porque alguém estava brincando com a vela e tirou do lugar, 
o pai reclama pois o ventilador desligou, 
os filhos por que a televisão foi desligada no melhor momento do programa.

A escuridão e as reclamações espalham-se pelas demais casas, já que sabem que o bairro vai ficar no escuro pelas próximas horas 
e que a noite será longa e mal dormida,
as ligações para a concessionaria de energia serão em vão.
Aqui é periferia, 
zona vermelha e serão apenas “um bando de baixa renda” que vão dormir no escuro.
A escuridão é a periferia são velhas conhecidas. 
Convivem juntas como irmãs siamesas.
Como o Yin yang  de uma única cor.

É na escuridão das ruas da periferia que andamos, pisando em lama, tropeçando em buracos.
É na escuridão que vive, morre-se e mata-se.
É na escuridão das casas simples que a fome é dividida com o pouco pão.
É na escuridão que residem os esquecidos, descamisados, drogados, prostituídos.

É na escuridão da ilegalidade que se faz comércio, que se entorpecem os sentidos e a vida.
É na escuridão onde se corrompe os costumes e os fardados.
É na escuridão onde se espanca, apanha-se, rasga-se a humanidade.
É na escuridão que se trepa,  estrepa-se, produz e reproduz-se.

É na escuridão....do esquecimento,
do sofrimento,
dos dias e noites que nos tornam invisíveis,
mesmo a luz do dia.

Marco Histórico....08 anos em 80 dias.




A organização do evento que marco a contagem regressiva de oitenta dias para o aniversario de oitenta anos de nossa cidade é digna de aplausos pela maneira como foi organizada, conduzida e pelo que mostrou para a população. Veja o Vídeo

http://www.youtube.com/watch?v=cVeSuAMB06I

Prestação de contas
Informe publicitário mostrou através de um vídeo as obras realizadas nestes dez meses de governo. O que está sendo feito, o que já foi feito e o que ainda virá para mudar nossa cara, nossa história. Ficou com a impressão de que era muito mais tempo de governo pelo volume de obras.

Presenças marcantes....
...de autoridades como o Parlamentar Federal Nilson Pinto, das deputadas Cilene Couto e Luzineide Farias mostraram a força do apoio que o gestor municipal é capaz de captar nas demais esferas do poder.

...Registram-se também
...Os vereadores presentes e que tiveram voz através do presidente da câmara, Vereador Totó que com seu discurso mostrou porque é um dos vereadores mais populares de nosso município. O povo aplaudiu sua oratória e mais uma vez confirmando seu apoio ao projeto do prefeito municipal.

Declarações
“Eu faço parte desta história” foi a frase marcante dos depoimentos de izabelenses que fazem parte destes oitenta anos. Professores, agentes sociais, moradores rurais deram depoimentos emocionantes.

Falou o prefeito...
...fazendo o agradecimento ao povo que apoiou seu projeto e agora é parceiro na construção de uma nova história para nosso município. O gestor teve humildade para reconhecer o trabalho dos gestores anteriores que também fizeram parte destes oitenta anos.

Consciência histórica.
Reconhecer o que os outros já fizeram e ser capaz de ter a consciência de que cabe a ele conduzir, de forma coerente, os próximos anos. É uma clara declaração de sobriedade politica e de conhecimento de que, como gestor, pode FAZER história ou simplesmente passar por ela, como muitos que não deixaram saudade.

08 anos em 80 dias.
Muitos dos que assistiram o informe publicitário comentavam que todas as realizações nestes dez meses, e tudo o que ainda vem nos próximos oitenta dias  e nos anos seguintes vai ser muito mais do que foi feito nos últimos oito anos em nosso município, por aquele que agora virou uma pagina na história. História que já esta sendo esquecida.

Shows musicais.
Valéria Paiva e Viviane Batidão podem ser resumidas em duas musas populares de nossa cidade. Agitaram e mostraram seu apoio ao governo municipal que sabe reconhecer os talentos dos profissionais locais. ACEITA MEU AMOR.

Orgulho izabelense.

Da orgulho ver nossa cidade se modernizando, se adaptando para atender as necessidades de nosso povo.
Da orgulho ver o povo orgulhoso de sua cidade.
Da orgulho fazer parte de um governo assim.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Blitz resulta na apreensão de motos com descarga adulterada.


Uma blitz realizada nesta sexta-feira (04), por Agentes do Departamento Municipal de Trânsito e com apoio da Policia Militar e a Equipe de Fiscalização do DETRAN PA, resultou na apreensão de 08 motocicletas em Santa Izabel do Pará.
As apreensões ocorreram em virtude da ausência do capacete, retrovisores e descarga (escapamento) adulteradas.
Das 08 motos apreendidas 6 estavam com o escapamento adulterado. Por se tratar de blitz educativa, algumas motos serão liberadas mediante a troca da descarga adulterada por original.

Os Agentes de Transito orientam que os condutores façam uso dos equipamentos de segurança, respeitem os limites de velocidade, evitem dirigir embriagados, cometer direção perigosa, não usar escapamento adulterado. Alertam aos pais para que não permitam que seus filhos menores de idade conduzam veículos automotores.


As blitz terão continuidade em dias e horários não informados.

Projeto que trata da criação de municípios segue para sanção presidencial



Com 53 votos sim, 5 não e 3 abstenções, o plenário do Senado Federal aprovou na noite desta quarta-feira, 16 de outubro, o substituto da Câmara ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 98/2002 que fixa novas regras para criação, desmembramento, fusão e incorporação dos Municípios. 
A matéria foi apresentada em 2002 com o objetivo de regulamentar uma emenda constitucional que havia sido aprovada pelo Congresso seis anos antes. A emenda tirou da esfera estadual a autonomia para estabelecer os critérios para o nascimento das novas unidades. A proposta do senador  Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) objetiva estipular esses critérios.
 O texto define como "indispensável" a apresentação de um Estudo de Viabilidade Municipal (EVM), contendo análises de viabilidade econômico-financeira, político-administrativa e socioambiental e urbana da nova unidade, para prosseguir com o processo. Segundo Mozarildo, não há qualquer investimento da União ou dos Estados para criação desses novos Municípios, uma vez que as unidades recém-criadas terão de ser autossustentáveis e contarão com o rateio dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) oriundo da divisão da antiga unidade.
O texto prevê todo um rito para se chegar à criação de um município. Primeiro, o pedido terá de ser encaminhado para a Assembleia Legislativa do respectivo Estado com o apoio de pelo menos 20% do eleitorado da área envolvida. Outra exigência é que cada localidade tem de ter uma população mínima para criar o município - na região Sudeste, por exemplo, mais de 12 mil habitantes.
A ideia, segundo o autor, é impedir a criação de cidades como Borá, em São Paulo, que, segundo o censo do IBGE, tinha 980 habitantes em 2010. Em seguida, é preciso fazer o Estudo de Viabilidade Municipal (EVM) e comprovar, entre outras questões, que o novo município é capaz de cumprir as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal. Após a conclusão dessa etapa, será realizado um plebiscito para consultar a população acerca das mudanças.

OPINIÃO: Por que esta informação interessa a nossa cidade. Em especial a comunidade de Americano que luta pela emancipação. E já esta adiantado o processo com Estudo de Viabilidade do Município coordenado por uma equipe local.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

ESCAPAMENTO ABERTO? ESTA ERRADO



Qual é a tua reação quando você está passando por alguma rua da tua cidade e de repente passa uma mot0 com o escapamento aberto Barulho causado pela retirada do miolo do silencioso ou furo no cano de descarga) do seu lado?

Você sabia:

Uma prática que vem se tornando comum entre motociclistas é mais um motivo de irritação geral e complica a convivência entre motos, automóveis e pedestres, que já não é das mais saudáveis. Trata-se de uma adulteração no escapamento das motocicletas, em alguns casos, retirando-se o miolo do silencioso (peça que reduz o ruído do motor); em outros, furando-se o escapamento. O objetivo alegado é aumentar o barulho, para que a presença da moto seja percebida mais facilmente, mas o resultado é o incômodo causado a motoristas, pedestres e até outros motociclistas, que condenam o ato. A adulteração é proibida pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB. A infração está prevista no artigo 230 do CTB, que proíbe o ato de: “Conduzir o veículo com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante”. A multa é grave, de R$ 127,69, mais perda de cinco pontos na carteira

Além disso, o código prevê que o veículo deve ser retido para regularização. Nesse caso, porém, como o procedimento não pode ser realizado na hora, a medida é reter o documento e liberar a moto para o reparo. Para o proprietário da moto voltar para casa sem o risco de novo transtorno, a Polícia Militar explica que o canhoto da multa vale como recibo, que justifica, somente no mesmo dia, a circulação com o veículo, sem documento. Depois de consertada, o proprietário deve comprovar o reparo e retirar o documento no Detran.
Isto incomoda e muito.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

A política como água?

Em um artigo confuso, cheio de emotividades e ressentimentos publicado em um jornal local, o que mais chama atenção é o cinismo presente em todas as linhas. Usa de vocabulário, do jogo de palavras e de todo o espaço que lhe cabe para defender uma tese onde prega a falta de pudor politico, e apesar de reconhecer a paixão como elemento fundamental, prega o desapego das paixões politicas, a inconstância de valores políticos. 

O descaramento é tanto que afirma que a eleição é o ápice da politica, e passada a eleição todos os ânimos devem esfriar e as ideologias guardadas em um baú a espera de outra eleição.
Lembrei de uma crônica de Rubem Alves....no Livro Quarto de Badulaques.

Uma aliança política que jamais aconteceria em outros tempos arrancou das cavernas da minha memória uma piadinha do Reader’s Digest de que me havia esquecido.
 É assim. Havia, numa cidadezinha dos Estados Unidos, uma Igreja Batista que se gabava do seu rigor no combate às bebidas alcoólicas, sacramentos do Inferno. Havia, nessa mesma cidade, uma cervejaria enorme que fabricava milhares de litros de cerveja e era fonte de empregos, de riqueza, de alegrias e bebedeiras.

Claro que a dita Igreja Batista tinha, como missão, combater a Cervejaria: era a luta do Santo Guerreiro contra o Dragão da Maldade. Aconteceu, entretanto, que por razões inexplicáveis, a Cervejaria fez uma doação de 500.000 dólares à Igreja. O que provocou uma enorme confusão entre os fiéis. “Dinheiro do Demônio“, diziam os mais convictos; “Não pode ser aceito.“ Se fosse uma doação de 100 dólares a decisão seria fácil. Os 100 dólares seriam recusados. Mas 500.000 dólares é quantia difícil de ser recusada. Confesso que eu mesmo estremeceria... Convocou-se, então, uma assembleia para deliberar sobre o assunto. Nas Igrejas Batistas as bases são sempre consultadas antes de se tomar qualquer decisão.

Depois de inflamadas discussões que se prolongaram pela madrugada, finalmente um dos membros da Igreja fez uma proposta que resolveu o conflito e foi aprovada por unanimidade: “A 1ª Igreja Batista da cidade de Beerland resolve aceitar a doação de 500.000 dólares feita pela Cervejaria Drinkjoy na firme convicção de que o Diabo ficará furioso quando souber que o seu dinheiro vai ser usado para a glória de Deus.“ Pois é: todas as alianças são possíveis e aceitáveis desde que se encontrem as palavras explicativas adequadas. Pois quem diria que o Partido Brasileiro do Reino dos Homens iria um dia fazer aliança com o Partido Universal do Reino de Deus? Esses dois partidos representam ideais irreconciliáveis, como os ideais da Igreja Batista e da Cervejaria.
Karl Mannheim é um dos meus sociólogos favoritos. Tinha imaginação. Era inteligente. Pois há mais de 50 anos Mannheim predisse o desaparecimento das utopias, na política. O que são utopias? Utopias são fantasias de uma sociedade melhor que servem para guiar a ação. Minha utopia, por exemplo, tem a forma de um jardim. Contra as utopias há a sentença dos realistas que as recusam sob a alegação de serem irrealizáveis. Mas o Mário Quintana responde:

“Se as coisas são inatingíveis...ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A mágica presença das estrelas!”


Mannheim vislumbrou um momento em que, com o abandono das utopias, os políticos passariam a se guiar por interesses pragmáticos de poder, que podem ser ou 500.000 dólares ou 500.000 votos...
Quando a gente vê São Jorge e o Dragão estabelecendo alianças é porque eles abandonaram os seus sonhos. O que se tem é um produto híbrido, um São Jorge com rabo de Dragão, ou um Dragão com cara de São Jorge.

O livrinho do Orwell Revolução dos Bichos (Animal Farm, em inglês) fala sobre isso. É sobre uma revolução que os bichos, liderados pelos porcos, fizeram na fazenda para se livrarem do jugo do fazendeiro que os explorava em benefício próprio. Os porcos tinham razões de sobra para serem os líderes da revolução. Eram os animais mais sacrificados. Eram engordados para se transformarem em linguiça, torresmo, toucinho, lombo, leitoa assada, pernil assado... Mas, no decorrer do processo revolucionário importantes transformações aconteceram. Pois, como os próprios porcos diziam, o processo é histórico, dialético, não é rígido, não é linear... E os porcos começaram a ver que o fazendeiro e seus empregados não eram tão ruins assim. Havia interesses comuns que permitiam que eles fizessem proveitosas alianças. A última cena do livrinho é cômica e terrível: a bicharada, do lado de fora, olha através da janela, para dentro da casa do fazendeiro. Lá estava acontecendo uma reunião festiva para celebrar um novo dia político de cooperação entre fazendeiros e porcos. E os bichos, perplexos, olhavam para o fazendeiro, olhavam para os porcos, e não conseguiam saber quem era quem: o fazendeiro tinha focinho de porco e os porcos fumavam charutos como o fazendeiro...


Opinião: Defender o que se pensa, manter-se firme a suas convicções mais coletivas não pode ser visto como puxa-saquismo ou como atitude de um bobo da corte.

Manter-se fiel aos seus princípios, sem mudar de camisa ao tilintar do vil metal não é apenas ideologia politica é acima de tudo vergonha na cara.

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

O Xadrez e a política.


Rubem Alves tem uma crônica sobre Xadrez e Politica. Digo o jogo de xadrez antes que alguém diga que não tem nada haver uma coisa com outra.

O autor ressalta que “há muitos estilos diferentes no jogo. Mas, qualquer que seja o estilo, uma coisa é certa: As regras são fixas. Os jogadores tem liberdade para escolher o estilo, mas não tem liberdade para escolher as regras”.

É difícil jogar este jogo com ética pois seus adversários desconhecem tais valores. A ética é um empecilho para quem não tem limites na busca do poder.

Indivíduos que poderiam se dispor a abrir mão de seus interesses chauvinistas para ajudar a construir um mundo melhor – e coletivo - passam a gritar aos quatro ventos, anunciando erros, má vontade, corrupção, e todo mal que possa haver, nem que seja só na imaginação individualista usada para defender naco.

Há uma única pergunta: "Que movimento fazer para derrotar o adversário?" Isso é verdadeiro para o jogo de xadrez, o jogo econômico e o jogo político. Maquiavel, Marx e Weber sabiam disso.


Este parece ser o principal papel de quem não quer ajudar: criticar, desmerecer, causar polemica usando os princípios democráticos.

As coisas estão acontecendo. E muito melhor do que estar acontecendo, é a forma como esta sendo feita com: Competência e transparência. Nosso povo esta vendo as coisas acontecerem e com menos de um ano de governo a cidade já tem a cara da mudança, já tem foco em nossa gente.

Todos os movimentos que são feitos pela gestão são alvos de ataque de em não pode – por pura incompetência – construir quando teve a chance. Criticaram a entrega das casas populares, o governo municipal mostrou que não era conivente com nenhuma irregularidade e identificou e sanou todos os erros.

Focado em sua proposta de construir o novo, de cuidar de nossa cidade e cuidar de nossa gente o governo municipal segue firme e mesmo que haja ventos contrários, a força de vontade supera oposições desregradas.

Habilmente o prefeito sabe lidar com diversos partidos que apoiaram o projeto de mudar nossa cidade, e mesmo que não apoiou esta revendo seus conceitos e reconhecendo que o trabalho esta sendo feito. 

Claro que inconformados ainda persistem em criticar ao invés de construir. A esses a história reserva o lugar dos ociosos: o esquecimento