quinta-feira, 31 de maio de 2012

Graças a Democracia.

Sou entusiasta da democracia pois creio que o regime democrático é o mais viável na construção da cidadania, da participação ativa do individuo em sua sociedade.
Creio sinceramente que todo homem deve ter vez e voz para opinar, para decidir, para influenciar, para corrigir, para atuar em sociedade.
A democracia no permite vivenciar esses benefícios.
E é também graças a democracia que temos a imprensa livre, a imprensa comprada e capacho dos interesses das elites.
Graças a democracia temos o fisiologismo politico.
Graças a democracia temos as relações promíscuas entre senadores e contraventores.
Nesta democracia populista que temos um novo "Pai dos Pobres" agora mensaleiro, manipulando as informações para influenciar o judiciário.
Graças a Democracia.

domingo, 20 de maio de 2012

Coligação?


Nosso cenário politico esta cada vez mais complicado.
De um lado a situação:  adquirindo a um alto preço politico seus aliados; Juntando as mais variadas personalidades em suas reunioes. Juntando novos políticos com antigos coronéis. Uma união frágil neste período eleitoreiro que se mostra forte - pelo menos até as convenções municipais (que concretizara as aliançãs) tornando as candidaturas viáveis, ou até o dia 02/01  e caso essa união tão diversificada em histórias, formações e interesses sobreviva ao mês de Junho, a pergunta que faço é: essa uniao sobreviverá a eleição? Existe a competência política para administrar estes conflitos de interesses e tornar a cidade governável?
Do outro lado temos a oposição: que nao é capaz de elaborar um projeto claro a ser discutido neste período pré-eleitoral ( pelo menos discuti-lo em suas bases).
A oposicao izabelense esta agindo de forma oportunista e elitizada. Por sua incompetência em elaborar um projeto claro de oposição a este governo que quer fazer seu sucessor os grupos de oposição agora esta tentando fazer um grande grupo unindo as mais diversas histórias politicas para derrubar o governo da oposição.
Não gosto e não aprovo este tipo de uniao apenas eleitoreira. Ela é cheia de riscos, cheia de erros e de intenções duvidosas.
É correto formar um grupo de oposicao sem um projeto claro para cidade?
Esta uniao tão diversificada será capaz de unir-se ideologicamente em um palanque e passar uma mensagem coesa?
Toda esta diversidade conseguirá tornar a cidade governável?

Dúvidas neste balaio de gatos que é a politica izabelense. E para poucos gatos, diga-se de passagem.


terça-feira, 1 de maio de 2012

O que pensa o filosofo?




O que pensa o filosofo?
O que pensa o filosofo com seu olhar perdido em questionamentos internos?
Será que ele pensa:
O que estou fazendo aqui?
O que há neste grupo que me atraiu?
Estou integrado ou infiltrado?
Os que me achavam louco agora me acham são?
E os que me achavam são agora me acham louco?

A um irmão que partiu...

Em postagem anterior eu afirmei que fui criado só pela minha mae. Foi uma meia-verdade, em minha formação eu tive como ajuda fundamental o apoio, as palavras e o exemplo do meu irmão.
Foi um vencedor. Preto, pobre, favelado - como eu - e venceu na vida. Quero aqui homenagea-lo, relembrando algumas de suas frases que me marcaram, que me ajudaram a ter o posicionamento que tenho hoje:
"Seja o melhor que voce puder ser. Corra atras de tudo o que sonhares, o que quizeres". Nossa, eu achava essas palavras fantasiosas, aquele estilo de auto-ajuda, meio que sem fundamentação racional. Mas resolvi por em prática. E deu certo, como deu. Valeu, mano.

"Estude como se fosse viver pra sempre, viva como se fosse morrer amanha" sei que a frase não é dele, mas foi ele quem me falou pela primeira vez. Ele tinha a impressão que eu poderia aprender qualquer coisa, sempre me perguntava, sempre respeitou meu lado intelectual, mesmo eu nao sendo tão bom de bola como ele gostaria.

"Tem que trabalhar muito, mas tem que se divertir" Até hoje eu sigo esta máxima. Trabalhar para viver, não viver pra trabalhar, mesmo que eu trabalhe 12 horas por dia, 5 dias por semana. Ele sempre me incentivou a ser um cara mais sociável, mais solto.

"Não queira nada que voce nao possa conseguir honestamente." Isso pra mim, nascido na favela, sempre exposto as tentações capitalistas...foi um exemplo, foi lei, foi um direcionador de minhas ações.

Hoje este meu irmão estaria completando 46 anos. Mas uma fatalidade nos privou de sua presença. Mas ele ficou como um exemplo. Ficou na tatuagem que carrego. Peço licença aos meus leitores para
dividir este momento meu, que fala muito de mim.

E esta música que lembra-me dele:

O Dia Que Não Terminou

Detonautas

Me sinto tão estranho aqui
Que mal posso me mexer, irmão
No meio dessa confusão
Não consigo encontrar ninguém

Onde foi que você se meteu, então?
Tô tentando te encontrar
Tô tentando me entender
As coisas são assim

Meus olhos grandes de medo
Revelam a solução, a solução
Meu coração tem segredos
Que movem a solidão, a solidão

Me sinto tão estranho aqui
Diferente de você, irmão
A sua forma e distorção
Não pareço com ninguém, sei lá

Pois eu sei que nós temos o mesmo destino então
Tô tentando me encontrar
Tô tentando me entender
Por que tá tudo assim?

Quem de nós vai insistir e não
Se entregar sem resistir então
Já não há mais pronde ir
Se entregar à solidão e não